19 de jan de 2018

EMPRESARIO GRITA BEM ALTO: INDEPENDENCIA DESSE GOVERNO CORRUPTO, OU MORTE

 | Arquivo pessoal/Reprodução

Em um evento sobre varejo em Nova York, o presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, gravou um vídeo em que lê uma ‘carta-manifesto’ para as eleições de 2018. Nele, o executivo critica as gestões petistas, defende o livre mercado e convoca o empresariado brasileiro a participar de forma mais ativa da política nacional.
“O livre mercado não é apenas a melhor arma contra a pobreza, é a única. (...) Há décadas que o Brasil optou por odiar os empreendedores, os investidores, os inovadores e os resultados falam por si. Agora é hora de mostrar que é possível um outro caminho”, diz um trecho da carta.
Leia também: Processo contra a Riachuelo: fraude da empresa ou exagero do MPT?
O movimento lançado pelo empresário recebeu o nome de “Brasil 200 Anos”, em referência ao aniversário de 200 anos da independência do Brasil, comemorado em 2022, último ano de mandato do presidente que será eleito neste ano.
“Quero sugerir a todos vocês que chegou a hora de uma nova independência: é preciso tirar o Estado das costas da sociedade, do cidadão, dos empreendedores, que estão sufocados e não aguentam mais seu peso. Chegou o momento da independência de cada um de nós das garras governamentais. Liberdade ou morte!”, afirma o manifesto.
A ideia, segundo Rocha, é que o grupo entregue uma pauta comum aos candidatos a cargos do Executivo e do Legislativo e que faça uma cobrança dos compromissos assumidos por eles.
Na mensagem, o empresário critica – sem mencionar nomes – as gestões petistas e a candidatura do ex-presidente Lula: “Não é possível que o líder das pesquisas no Brasil para presidente hoje seja não apenas o maior responsável pela crise como um criminoso condenado a 9 anos e meio de prisão em apenas um de inúmeros processos que responde. Que mensagem o país está passando para a classe política e para o mundo? Que aqui o crime compensa? Que o brasileiro aprova a roubalheira? Não é possível que a lição, a mais dura de todas, não tenha sido aprendida”.
Ele também pede que os empresários do país defendam o liberalismo de forma mais ativa.
http://www.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/liberdade-ou-morte-dono-da-riachuelo-lanca-manifesto-liberal-e-ataca-lula-91983h42nec5fyrha7lr50vcl


Nenhum comentário: