15 de mar de 2016

MERCADANTE DEVE SER PRESO POR FALAR DEMAIS, ASSIM COMO DELCIDIO. FOI GRAVADO

O ministro Aloizio Mercadante (Educação), um dos mais influentes do governo, tentou comprar o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), a fim de que ele não comprometesse a presidente Dilma e o ex-presidente Lula, em seu acordo de delação com a força-tarefa da Lava Jato.
O ministro não tratou com o senador, que estava preso, mas com José Eduardo Marzagão, assessor da estrita confiança do senador. Eles se reuniram duas vezes no gabinete de Mercadante no ministério. As conversas foram gravadas por Marzagão e entregues à Procuradoria-Geral da República por Delcídio, que, em depoimento, disse que o ministro agira a mando de Dilma.

MERCADANTE, O PORTADOR DA PROPOSTA INDECENTE.
Com essa observação, acusou o ministro e a presidente de tentar comprar o silêncio de uma testemunha, obstruindo o trabalho da Justiça.
A informação é da revista Veja, que teve acesso às gravações. Na conversa, Mercadante oferece ajuda financeira à família de Delcídio e prometeu usar a influência política do governo junto ao Senado e ao Supremo Tribunal Federal


para tentar evitar a cassação do senador e conseguir sua libertação.
Além de dizer a Marzagão que Delcidio deveria ficar "calmo", deixar "baixar a poeira" e não fazer "nenhum movimento precipitado", o ministro prometeu ainda procurar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para armar um plano de modo a fazer com que o Senado voltasse atrás na decisão, tomada em plenário, ratificando a ordem de prisão expedida pelo Supremo. "Por que é que não pede reconsideração ao Senado? Pode?", questiona o ministro. "Acho que não", diz o assessor. "Em política, tudo pode", ensina Mercadante.
Descrevendo seu plano, Mercadante deixa claro ao assessor que vai tentar "construir com o Supremo uma saída" para Delcídio. Diz que Ricardo Lewandowski, o presidente do STF, poderia libertar Delcídio por meio de liminar, durante o recesso de fim de ano do Judiciário. "O presidente vai ficar no exercício... Também precisa conversar com o Lewandowski. Eu posso falar com ele pra ver se a gente encontra uma saída", oferece Mercadante.

MERCADANTE DEIXA MAL O MINISTRO LEWANDOWSKI.
Sem citar o nome, o ministro dá a entender que irá procurar outro ministro do STF e que sua ideia é fazer com que o Senado procure Teori Zavascki para pleitear a soltura do senador. "Talvez o Senado possa fazer uma moção, a mesa do Senado, ao Teori, entendeu? Um pedido: olha, nós demos autorização considerando o flagrante, considerando as condições etc, mas não há necessidade pá, pá, pá - pá, pá, pá. E tentar construir com o Supremo uma saída", diz.

Leia mais AQUI 

Um comentário:

JSK Artes Digitais disse...

É TANTA CORRUPÇÃO QUE JA NEM SEI O QUE FALAR.......