28 de ago de 2015

A UJS BRASIL SE VANGLORIA DE TER PRATICADO CRIME COM VIOLENCIA FASCISTA

JS confessa crime de dano à propriedade alheia ao rasgar boneco Pixuleco. Merecem ir para a cadeia.

usj_brasil
O que você lerá a seguir é a confissão retirada da página de Facebook da UJS Brasil (que apoia integralmente o PT), vangloriando-se de ter rasgado o boneco Pixuleco hoje pela manhã em São Paulo. Eu tirei printscreen. Recomendo que todos façam o mesmo. Enfim, leia:
A militância da UJS protagonizou um ato antifascista na tarde de hoje (28), em São Paulo. Posicionado no viaduto do chá, boneco que faz calúnia do ex-presidente Lula foi rasgado. Não aceitaremos que essa onda de ódio que leva pessoas explodirem bomba na sede do Instituto que leva seu nome e atacarem sedes de partidos políticos parmaneça se reproduzindo. Exigimos a identificação dos responsáveis pelo boneco e a punição deles!
A calúnia, a violência e a difamação não fazem parte do Estado Democrático de Direito!
Todo o texto acima é uma mistura de insanidade planejada e duplo padrão, típica dos psicopatas mais macabros que os abismos da depravação humana podem sustentar.
O termo “calúnia” é no mínimo bizarro. Se tivessem um pouco de lógica, poderiam processar quem fez o boneco. Mas sabendo que estão mentindo, esses boquirrotos tiram da cartola o termo “calúnia”, sem a menor aplicabilidade para o caso.
Em seguida, alegam defender “estado democrático de direito”, mesmo repelindo uma manifestação pacífica com violência fascista. A UJS hoje se apresentou como inimiga mortal da democracia.
Mas mais bizarro de tudo é a exigência para que os criadores do boneco sejam “punidos pela lei”. Ou seja, estes milicianos malucos querem prender opositores que façam sátira, em uma clássica instância de psicopatia leninista.
O detalhe é que esta confissão deveria por si só levá-los à cadeia, posto que hoje esses fascistas cometeram um crime de dano ao patrimônio alheio. Quem danifica um boneco que custou R$ 12.000,00 é da mesma laia que um ladrão que rouba pessoas na saída de banco. No fundo, confessaram um crime, mostrando que o boneco representa exatamente esta mentalidade criminosa do PT, que não apenas comete crimes, mas tenta vendê-los como se fossem “nobres”.
Se quiserem, os membros do Movimento Brasil (dono do boneco Pixuleco) podem exigir que essa escória seja obrigada a ficar a 500 metros de distância de suas manifestações, assim como o estado já protegeu Luana Piovani de Dado Dolabella (que não podia chegar a 500 metros dela). Mas este deve ser apenas o início das ações criminais contra a UJS. Lembre-se que essa milícia é a mesma que praticou terrorismo contra a Revista Veja às vésperas da eleição, apenas por que esta mídia publicou um fato: a delação de Alberto Yousseff afirmando que Dilma e Lula sabiam de tudo.
Comportamentos que trazem a mais vigorosa mistura de marxismo, fascismo e nazismo, como aqueles demonstrados por essa milícia imunda, não podem ficar impunes.

Nenhum comentário: