2 de mar de 2015

COMO ENFRENTAR E DERRUBAR UMA DITADURA DE ESQUERDA, SEM VIOLENCIA.

   

OS PILARES DE SUSTENTAÇÃO DO GOVERNO DO PT

Para instruções mais detalhadas, consulte o capítulo Implementando Fase 3 do livreto Exigimos Reforma Política.

Todo regime ditatorial, assim como também os democráticos, precisam de pilares de apoio para se manter no Poder. Os democráticos geralmente apóiam-se nas instituições democráticas, na sociedade organizada e na força dos votos obtidos, ou seja, no legítimo apoio popular. Contrariamente ao senso comum, os regimes ditatoriais também necessitam do apoio popular para sua sustentação, se não pela simpatia por seus métodos, talvez por coerção ou privação de liberdades, mas o certo é que, de certa forma, a sociedade, mesmo oprimida, se constitui em um dos pilares de sustentação do regime.
Pelas irrevogáveis leis naturais, se forem retirados os pilares de sustentação, nada conseguirá ficar levitando, e fatalmente ruirá. Nosso trabalho, então, é baseado na identificação dos pilares que dão sustentação ao PT e na permanente ação no sentido de enfraquecê-los e derrubá-los.
Uma primeira análise das condições atuais do PT nos indica alguns pilares de sua sustentação:
  1. Amplo e irrestrito acesso a recursos financeiros;
  2. Alianças políticas baseadas em interesses espúrios;
  3. Programas sociais do Governo desenvolvidos não como política de Estado, mas sim como benesses partidárias;
  4. Imensa popularidade do mito Lula;
  5. Completa ausência de uma oposição minimamente combativa;
  6. Alianças com vários regimes com ideologias semelhantes na América Latina e África;
  7. Aparelhamento do Estado e manutenção de grupos e movimentos sociais alinhados;
  8. Complacência da população, que não se informa e nem pretende se envolver com assuntos políticos;
  9. Descrença da população de que pode existir um caminho diferente e melhor.
Nos itens a seguir, analisaremos cada um desses pilares e indicaremos os tipos de ações que podem ser desenvolvidas para corroer-lhes a estrutura.
Fonte http://brasildecente.com.br/conheca.php

Nenhum comentário: