Seguidores

8 de jun de 2014

MOTIVOS GRAVISSIMOS SOBEJAM



 

Pela deposição ou renúncia de Dilma Rousseff


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Alcy Ramalho Filho

Se critiquei em veículo impresso o governo Ernesto Geisel e não fui parar na Polícia Federal no fim dos anos de 1970 não é agora, com 44 anos de profissão nas costas, que mostrarei covardia. 
Com o devido respeito e acatamento, curvado ante a soberana autoridade da presidenta do Brasil Dilma Rousseff torno público meu manifesto pela pronta renúncia ou deposição imediata da chefe da nação brasileira. 
Motivos gravíssimos sobejam. 
Redundância ante o sofrimento das pessoas é perversidade. 
O governo Dilma Rousseff já acabou e já faz tempo. 
Descuido e imprudência levam ao desastre no qual São Paulo está envolta. 
A burra e incompreensível teimosia em não cancelar uma Copa do Mundo indesejada está a quebrar de vez a economia brasileira. Ficaremos na miséria. 
O povo passará fome. 
Basta de petismo. 
Dilma Rousseff não é mais reconhecida pelo povo como presidenta da república. 
Perdeu moral. 
Perdeu estima. 
Perdeu confiança. 
Quebrou-se o belo cristal. 
O brasileiro a execra e demoniza. 
O que é preferível? 
Renúncia - ao melhor estilo de Collor com direito ao helicóptero e o sobrecenho serrado - ou vir a ser deposta sabe-se lá Deus em que condições? 
Deu. 
Demorou. 
Vaza, meu irmão. 
Se não renunciar a deposição é até natural a consequência mais que lógica da insatisfação nacional generalizada. 



Alcy Ramalho Filho é Jornalista.

Nenhum comentário: