Seguidores

31 de jan de 2014

MAIS LAVAGEM DE DINHEIRO SUJO DO PETE

31.01.2014 às 10:15 \ Corrupção

O PT não tem solidários, mas cúmplices!


Fonte: GLOBO

Delúbio Soares, o tesoureiro do mensalão, o maior golpe já tentado contra nossa jovem e frágil democracia, o mesmo que disse que tudo viraria piada de salão um dia e agora está preso, arrecadou R$ 1 milhão em doações para pagar a multa cobrada pela Justiça. R$ 600 mil entraram em apenas um dia. É muita solidariedade…
Só que não! O PT, mais uma seita do que um partido, mais uma máfia do que um partido, não tem solidários genuínos. Tem cúmplices de Genoinos, o que é bem diferente. O sujeito que doa dinheiro para ajudar um criminoso julgado, condenado e preso, não está praticando um ato de solidariedade; está sendo cúmplice de um projeto de poder que afirma como válido o meio criminoso utilizado pelo partido.
Não custa lembrar que o PT sequer respeita o próprio estatuto. Em vez de expulsar criminosos, sai em sua defesa, ajuda na arrecadação de verbas para mensaleiros. O PT é imoral na essência. Aqueles que repetem que todos são iguais deveriam refletir mais. Por acaso os demais partidos agem da mesma forma?
Os organizadores da campanha publicaram essa mensagem:
“Ao expressarmos imensa gratidão aos milhares de doadores, muitos inclusive sem filiação partidária e movidos apenas pela indignação e o sentimento de solidariedade, convocamos para as novas jornadas em favor de José Dirceu e João Paulo Cunha. E o valor excedente de nossa campanha, descontados os tributos, será doado a esses companheiros, visando o pagamento de suas injustas e exorbitantes multas”.
É muito escárnio! Os petistas sentem profunda gratidão aos doadores, mas o ministro Gilberto Carvalho diz que aqueles que se manifestam nas ruas contra a corrupção, os transportes públicos caóticos, as arenas esportivas bilionárias, não passam de uns ingratos. O povo é ingrato, os cúmplices do PT, que ajudam um mensaleiro preso, merecem gratidão. São os valores do PT. Ou antivalores…
Só resta uma constatação a fazer: aqueles que, depois de tudo isso, ainda defendem o PT, aplaudem suas falcatruas e ajudam os criminosos do partido, não podem jamais alegar ignorância. São igualmente culpados. Apresentam sérios desvios morais. São cúmplices de um projeto indecente de poder pelo poder.
Parafraseando o nobre embaixador Meira Penna, os petistas inteligentes são patifes; os petistas honestos são burros; e os inteligentes e honestos nunca são petistas.
Rodrigo Constantino

Nenhum comentário: