17 de jul de 2013

BRASIL ESTA FINANCIANDO ISTO?

 Navio "Chong Chon Gang" parado no terminal de cargas Manzanillo Container Terminal, em Colón, no Panamá, em 16 de julho de 2013
  Material bélico encontrado em um navio norte-coreano retido no Panamá
Cuba declarou nesta terça-feira que as armas encontradas em um navio norte-coreano retido no Panamá são suas e que seguiam para reparo e posterior devolução à Ilha, segundo o ministério cubano das Relações Exteriores.
"No navio citado (cargueiro Chong Chon Gang) são transportadas 240 toneladas de armamento defensivo obsoleto - duas baterias de mísseis antiaéreos Volga e Pechora, nove mísseis em partes, dois aviões Mig-21 Bis e 15 turbinas deste tipo de aparelho - tudo fabricado em meados do século passado - para ser reparado e devolvido ao nosso país", afirma a chancelaria em declarações à TV estatal cubana.
"Os acordos firmados por Cuba nesta esfera se sustentam na necessidade de manter nossa capacidade defensiva para preservar a soberania nacional", destaca a chancelaria em nota oficial, divulgada quase 24 horas após o Panamá informar que encontrou as armas no cargueiro norte-coreano.
O Panamá segue inspecionando o navio norte-coreano procedente de Cuba no qual foi encontrado, sob toneladas de açúcar, sistemas de disparo de mísseis antiaéreos de fabricação russa.
No cargueiro havia açúcar, mas quando "começamos a descarrega-la encontramos contêineres que acreditamos que contenham um equipamento sofisticado de mísseis e isso não é permitido", disse o presidente Ricardo Martimelli, um dono de supermercados que entrou para a política há poucos anos.

Nenhum comentário: