28 de abr de 2013

CARTA CAPITAL, DIVULGA LISTA FALSA - FALSIFICACAO GROSSEIRA.



“Basta folhear a revista Carta Capital para perceber que ela é feita por uma súcia financiada por dinheiro público para achacar a honra alheia”, comenta o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, ao anunciar uma representação na Procuradoria Geral da República contra os jornalistas Leandro Fortes e Mino Carta, repórter e editor, respectivamente, da revista Carta Capital.
Motivo: a divulgação de uma lista falsa, que aponta o ministro como beneficiário do caixa 2 da campanha da reeleição de Eduardo Azeredo ao governo de Minas Gerais, em 1998.
Carta Capital usou uma lista supostamente assinada por Marcus Valério, o operador do mensalão, com uma relação de nomes que teriam sido beneficiados com recursos de caixa 2 utilizados na campanha de reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB) ao Governo de Minas. A lista, entretanto, era produto de falsificação grosseira: o próprio Marcos Valério negou ter visto e menos ainda ter assinado o “documento”.
A matéria foi postada neste sábado no blog do cronista esportivo Cleuber Carlos

Leia tudo aqui: http://goias24horas.com.br/5710-ministro-gilmar-mendes-processa-carta-capital-e-reporter-leandro-fortes-por-publicar-documentos-falsificados/

2 comentários:

Anônimo disse...

Nazareno, o petista da PEC 33, triplicou o patrimônio em dois anos.

28/4/2013


José Nazareno Cardeal Fonteles, o deputado petista e piauisense da PEC 33, aquela que quer botar o STF de joelhos diante dos mensaleiros da CCJ da Câmara, é um fenômeno nas finanças. Triplicou o seu patrimônio entre 2008 e 2010, segundo as suas declarações patrimoniais depositadas no Tribunal Superior Eleitoral.

Em 2008, quando foi candidato a prefeito de Teresina, com o apoio de Lula, sofrendo uma fragorosa derrota para o PSDB no primeiro turno, Nazareno declarou um patrimônio de pouco mais de R$ 200 mil, conforme abaixo.

Em 2010, quando não foi reeleito deputado federal, ficando como suplente, a sua declaração de bens triplicou. Nazareno comprou apartamento no Piaiuí por uma pechincha de R$ 90.000, na Visconde da Parnaíba, em Teresina, onde os imóveis giram em torno de R$ 250.000. O mais incrível é que Nazareno também achou outra barbada em Fortaleza, onde comprou um apartamento por apenas R$ 50.000, na Rua Maruoca, na Varjota. Além disso, ainda sobrou dinheiro para aplicar uns R$ 240.000. Veja abaixo:

Se alguém de Teresina e de Fortaleza quiser ver onde ficam os novos apartamentos do Nazareno da PEC 33, basta dar um pulinho lá e confirmar. Se o preço for esse mesmo que ele declarou, reserva um em cada lugar para o Corona. Quero ter o prazer de ser vizinho deste gênio das finanças, o Nazareno.

Coroneleaks

Príncipe Tito disse...

OBRIGADO PALAS VISITAS E COMENTÁRIOS...UM ABRAÇO DO BLOGAMIGO!!!