27 de abr de 2012

Cabral continua fazendo favores aos seus amigos as nossas custas


 


CABRAL, MESMO DEPOIS DA QUEDA DO HELICÓPTERO, ENTREGOU R$ 36 MILHÕES A DELTA SEM LICITAÇÃO!

(Globo, 27) 1. Desde a queda do helicóptero no Sul da Bahia, no ano passado, quando sete pessoas morreram ao tentarem chegar na festa de aniversário do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Construções, o estado do Rio empenhou (reservou para pagar) R$ 36 milhões à empresa por serviços e obras contratados, sem licitação. Cavendish é amigo do governador Sérgio Cabral (PMDB), que também estava na Bahia para participar da comemoração.
2. Pelos dados obtidos no Sistema de Administração Financeira do Estado (Siafem), entre julho e dezembro de 2011, foram empenhados R$ 22,7 milhões para a Delta. Este ano, foram mais R$ 13 milhões. Todos os empenhos são referentes a contratos com dispensa de licitação. Após o envolvimento do governador com Fernando Cavendish vir à tona, Cabral criou uma comissão de ética para avaliar desvios de servidores do primeiro escalão.
http://emkt.frontcrm.com.br/display.php?M=4458363&C=cf76d2021373ef062d2f52e0bd72cf5f&S=4389&L=514&N=1640

Coment: Esse governadorzinho continua a jogar para os bolsos dos seus amigos  e cumplices o dinheiro dos nossos impostos e tudo continua como se nada houvesse acontecido. Canalhice!

Um comentário:

sicário disse...

Teresa...

Cabral e toda a corja eleita continuarão agindo pois os organismos de defesa da sociedade estão mais preocupados em caçar ossos do que colocar criminosos politicos, corruptos, na cadeia. Na verdade os organismos de defesa defendem os indefensáveis e pouco se preocupam com os crimes físicos, financeiros e morais que vem subvertendo a sociedade brasileira desde a subida ao poder do clã petista.
Há pouco, no jornal nacional, mais uma vez foram divulgadas conversas entre Cachoeira e Demóstenes. Até parece que o senador é o único corrupto e cuida que não estou falando de Agnello ou de Perillo; eles são tantos, onde estão todos os outros? A imprensa não vai lembrar das imagens, dos nomes dos envolvidos e de suas ligações, nas cenas explícitas de corrupção nas dependências de um aeroporto e que foi o pontapé inicial da investigação do mensalão? E a identificação pela AGU do denominado "chefe da quadrilha"?
E Dirceu Teresa, ninguém escuta clandestinamente Dirceu?

abs.

sicário