30 de nov de 2011

BOMBA! Vejam o que pretendem alguns togados da AJD...

Excelente explanacao Tio Rei. A que se presta esse grupo de togados? Afinal de contas, esse grupelho esta a servico do que? Da farra e da tentativa desestabilizacao do pais, assim como os adeptos do Kit Gay que e originario do louco PNDH 3? Assim estamos fritos! So tentam nos subjugar as infamias vindas de meliantes do poder?
Leiam a materia toda aqui PARA ENTENDER O QUE PRETENDEM ESSES LOUCOS:

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/pela-primeira-vez-na-historia-do-brasil-juizes-declaram-que-ha-e-deve-haver-pessoas-acima-da-lei-se-e-assim-o-estado-de-direito-esta-morto-no-brasil/

Vou ate repercutir aqui os nomes desses maus brasisleiros que ou estao insanos ou  a servico da quebra do Estado de Direito e Direito Brasileiro. Nas duas situacoes eles devem ser afastados do cargo. E a tal AJD, ASSOCIACAO DE JUIZES PELA DEMOCRACIA.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOJosé Henrique Rodrigues Torres, presidente do Conselho Executivo
Fernanda Menna Pinto Peres, secretária do Conselho Executivo
Alberto Afonso Muñoz, tesoureiro do Conselho Executivo
Edvaldo Marcos Palmeiras
João Marcos Buch
Geraldo Luiz Mascarenhas Prado
Reno Viana Soares
SUPLENTESAngelica de Maria Mello de AlmeidaLuís Fernando Camargo de Barros Vidal
Urbano Ruiz
REPRESENTANTES REGIONAISBahia: Ruy Eduardo Almeida Britto, Reno Vianna Soares, Gerivaldo Alves Neiva Maranhão: Oriana Gomes, Douglas de Melo Martins, José Edilson Caridade Ribeiro
Pernambuco: Airton Mozart Valadares Vieira Pires, Carlos Magno Cysneiros Sampaio, José Viana Ulisses Filho
Rio de Janeiro: André Felipe Alves da Costa Tredinnick, Rubens Casara, João Batista Damasceno
Santa Catarina: Angela Maria Konrath, Alessandro da Silva, João Marcos Buch
Tocantins: Marco Antonio Silva Castro
COORDENAÇÃO EDITORIALAlberto Alonso Muñoz
Célia Regina Ody Bernardes
Fernanda Menna Pinto Peres
Gerivald Neiva
Kenarik Boujikian Felippe
Luiza Barros Rozas
Reginaldo Melhado

Um comentário:

Luma Rosa disse...

Tereza, não consegui acessar a matéria, mas em primeira mão já repudio a declaração!
Beijus,