Seguidores

20 de jul de 2011

Os quadrilheiros demitidos do MT esperam se safar da mira da policia.

Igualmente contemplados pela malandragem que favoreceu Palocci, os quadrilheiros demitidos do Ministério dos Transportes esperam sair da mira da polícia, do Ministério Público e da Justiça assim que saírem do noticiário da imprensa. O confisco do cargo permite que voltem a circular por aí com a expressão sofrida de quem cumpriu uma pena duríssima. Pois nem isso basta para que Luiz Antonio Pagot e seus padrinhos sosseguem. O senador Blairo Maggi, o vice Michel Temer e o inevitável Gilberto Carvalho, porta-voz de Lula no atual governo, continuam pedindo a Dilma que mantenha um alentado prontuário na direção geral do DNIT
Se a reivindicação for atendida, Dilma terá inventado a prescrição do crime por ameaça de perda de o Código Especial para Bandidos de Estimação estará perto da perfeição. Nos países civilizados, uma autoridade afastada por práticas ilícitas é transferida sem escalas do gabinete para um tribunal. No paraíso dos corruptos impunes, a demissão a pedido é um salvo-conduto para gastar em paz o dinheiro tungado dos brasileiros.
Leia tudo aqui: http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/o-governo-aperfeicoa-o-codigo-especial-para-bandidos-de-estimacao-com-a-prescricao-do-crime-por-perda-de-emprego/?

Nenhum comentário: