Seguidores

14 de mai de 2011

Propaganda que os comunistas, ora no poder, estao fazendo...


Para ser sincera, meu amigo Valdeir, nunca vi alguem sofrer esse tipo de situacao e nem sofri de especie alguma. Penso que no meu tempo de crianca/jovem, as coisas aconteciam da mesma maneira que hoje so que nao se dava importancia nenhuma e esse tipo de atitudes. As criancas eram criadas para se defenderem sozinhas e o faziam normalmente, sem dramas, nao provocavam um problema internacional como estao fazendo hoje em dia. Esse problema de bullying e por causa da propaganda que os comunistas, ora no poder, estao fazendo, tudo com a finalidade de aprovar uma lei que da aos gays, prostitutas, lesbicas e outras minorias o direito de se sobrepor aos direitos da maioria que nao pertence a esse grupo. Isso passara, pois como sabe o comunismo so esta reivindicando o apoio dessas minorias para conseguir o seu projeto de poder. Assim que estiver tudo consumado, esses serao os primeiros a serem eliminados. Bom ve-lo de volta. Abracos.
Comentario meu no: http://www.ponderantes.com.br/2011/05/voce-ja-foi-vitima-de-bullying-post.html#comment-form

6 comentários:

sicário disse...

Tereza...

Concordo plenamente com teu comentário.
Estas "perseguições" somente tomaram a dimensão de "catástrofe" a partir da tomada de poder pela quadrilha partido que, diga-se, sempre teve em seus quadros o oportunismo de manipular a imbecilidade.
Todos vemos, lemos, ouvimos, jornalistas se posicionando contra a homofobia, contra quem discorda da estupidez reinante sem sequer um deles contestar como profissionais de informação, mesmo que discordem, o fato de todos termos direitos ( por enquanto ) inclusive, o direito de não aceitar certas coisas.
A impressão que tenho do Brasil hoje é que bastou o partido/quadrilha tomar o poder para que todos os cretinos, imbecis vacas de presépio passassem a legislar em causa própria.

"Política sem medo" disse...

Caro Sicario, voce viu algum tipo de discriminacao no meu comentario? O dono do blog achou que sim e deletou meu comentario. Ele postou no lugar isto:
Recebi um comentário associando a atual discussão sobre o Bullying à bandeira partidária.

O texto da enquete está enxuto, claro, objetivo. Em nenhum momento foi citado legendas de partido.

Minha finalidade aqui é que os leitores exponham suas experiências, quando foram vitimadas pela atrocidade do bullying. Assim, estarão ajudando outras pessoas que, atualmente, vivenciam o mesmo problema. (Dentre os leitores do meu blog, há muitos estudantes e educadores).

Quanto ao referido comentário, decidi não publicar. Aceito, como sempre aceitei, opiniões contrárias ao que escrevo, pois isto ajuda a construir o debate. Mas abomino toda forma de ofensa, discriminação, intolerância e preconceito.

Sinto muito meu caro Valdeir, voce e testemunha de que eu nao consigo comentar nada sem tentar reverter a situacao em que se encontra o nosso pais, por causa de leis criminosas que estao tentando implantar. Se isso o incomoda, sinto muito. E que que nao adianta ficar reclamando sem mostrar por que esta acontecendo essa serie de coisas.
Boa sorte a voce!

incognitus disse...

Petralhadas:

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/05/08/interna_politica,226158/padrinho-de-diretor-de-furnas-deputado-odair-cunha-usa-recursos-para-projetos-sociais.shtml?sms_ss=facebook&at_xt=4dcb51a742dcf6c4%2C1

sicário disse...

Tereza...
Não vi, não li nada preconceituoso no teu comentário.
Na minha pré e adolescência tive problemas com colegas de aula que, pelo meu jeito de resolver, acabava no tapa. Agressões verbais e pequenas maldades, típicas de quem precisa "se mostrar" para os outros sempre existiram e sempre vão existir.
Vejo a campanha contra o bullying como partidária pois está na mesma condição de super exposição do movimento homo. A coisa ganha grandeza de tragédia a partir do instante em que se mostram cenas nunca antes divulgadas. Pelo ineditismo o monstro parece ser terrível.
Na minha ignorância acredito que estas agressões ocorrem pela omissão forçada de pais e professores que se tomarem qualquer atitude punitiva contra valentões acabará numa violação aos direitos das "crianças e adolescentes".

"Política sem medo" disse...

Perfeita a sua colocacao Sicario, nada tenho a acrescentar. Para mim que vivi uma vida tao dificil la na roca, nada que um colega fizesse me desviaria do meu objetivo que era estudar. E claro que fui discriminada pois nao tinha dinheiro para comprar lanche e trazia comida de casa dentro de uma lata de manteiga. Minha irma eu e mais algumas meninas comiamos escondidas debaixo de alguns cedrinhos para que ninguem visse que nao tinhamos carne. Mas isso nao afetou em nada minha personalidade, por esse motivo nao penso que seja coisa grave. Obrigada pelo s comentarios e atencao Sicario, abraco afetuoso. Tereza

"Política sem medo" disse...

Querido Anonimo fiquei chocada com o seu comentario, mas ja imaginava coisa semelhante. Voce sabe que eu prezo muito a sua participacao e gosto sempre dos seus comentarios desde longa data. Sempre que tem um comentario ou uma critica sua eu imagino que estou fazendo a coisa certa. E que nao sei como fazer senao colocaria o meu blog inteiramente a sua disposicao para postar suas ideias ou comentario quantas vezes quizesse. Espero poder sempre contar com voce e gostei que voce relevou a atitude do nosso amigo. As vezes temos que fazer assim. Nao nos custa muito. Um abraco meu amigo. O seu comentario eu salvei e guardei la nos meus documentos. Abracos.