Seguidores

2 de dez de 2010

Se ninguém consumisse drogas, o valor das mesmas seria zero.

Quem recebe boa formação moral dificilmente, mesmo morando em zona dominada por bandidos, seguirá o caminho do crime. Isto não depende de riqueza e nem de pobreza, mas de princípios sólidos que devem ser ensinados desde a mais tenra infância, em casa, na escola e na Igreja. Infelizmente, não vi até agora ninguém mencionar a importância desses elementos na recuperação das áreas que as forças de segurança tomaram: vejo falarem em “políticas públicas” (uma expressão mágica), mas não em fortalecimento da família vejo falarem na construção de quadras esportivas (não tenho nada contra), mas não em uma educação de boa qualidade vejo, ainda, falarem até na distribuição de preservativos em escolas públicas, mas não no ensino religioso.



Por isso, as cenas que mais me impressionaram nos recentes episódios foram a daquela mãe e a daquele pai que entregaram, levando-os pelas mãos e certamente com os seus corações partidos, os seus filhos – a quem certamente tentaram ensinar o que é certo e o que é errado, mas que foram cooptados pelos bandidos – para que os policiais os prendessem. Se os filhos não seguiram os conselhos dos pais, se preferiram o que o livre arbítrio tem de pior, agora terão que arcar com as consequencias.

Leia todo o artigo no: http://cavaleirodotemplo.blogspot.com/2010/12/moral-e-crime.html

Nenhum comentário: