Seguidores

11 de out de 2009

O Fato Mais Chocante da Semana





Conheci esta semana uma refugiada do Myanmar(antigo Burma)governada por uma junta militar que esta matando ou expulsando seus cidadaos do pais! Ela teve a familia toda assassinada e conseguiu fugir com seu marido e seus 4 filhos pequenos so com a roupa do corpo, praticamente.  Sabe com quanto essa familia vivia la em Myanmar? 30 dolares por mes (salario dos dois). Enquanto isso ai, destruicao de laranjas (ricas em vitaminas e proteinas) tao necessarias para preservar a vida desses outros pobres do mundo, tao devastado pela fome.
Furto , destruição, pichações e lixo espalhado pelo chão, marcaram esta semana a invasão da fazenda da Cutrale por 250 famílias, em Iaras, marcam triste fim de linha a que seus líderes conduziram um movimento que foi criado pelas esquerdas do Brasil com um objetivo especifico e certo. So nao sabiam disso os ingenuos que entraram nessa empreitada. Aqueles que outrora pretendiam ter um pedaco de chao para viver e plantar nele hoje sao usados apenas como massa de manobra de insanos e sanguinarios terroristas So que a desfacatez dos seus lideres chegou ao extremo da inconsequencia e agora,  mostra a sua verdadeira cara da forma mais vergonhosa possivel.

O que aconteceu esta semana tem acontecido reiteradas vezes porem quase nunca e mostrada pela grande midia que detem anuncios governamentais milionarios e tem que esconder parte do comprometimento do governo que sustenta esse movimento. O que vimos na fazenda da Cutrale no entanto após a reintegração de posse determinada pela Justiça, com a destruição de máquinas e equipamentos, alem de parte das plantacoes de laranja estrapolou todos os absurdos ja praticados por esse bando de alucinados, é coisa de terroristas, mesmo.

Pior ainda, foi o que eles fizeram na casa de uma faxineira, como relata o repórter Maurício Simionato, na Folha de quinta-feira:

“Levaram DVD, TV, rádio, roupas, calçados, inalador, ferro de passar roupa, o chuveiro e até lâmpadas e torneiras”, declarou Silvana Fontes, 37, cozinheira e faxineira da sede da fazenda. Oito das nove casas de empregados foram arrombadas
Que pena! Garanto que milhoes de coracoes de brasileiros sentiram o mesmo que senti. Uma trajedia, sem perdao!

Escrito por Tereza

Um comentário:

"Política sem medo" disse...

Confesso amigos que quando vi as imagens de destruicao dos laranjais, pensei na fome dess jovem refugiada e seus pequeninos e chorei muito pela minha impotencia em fazer mais pela minha nacao tao querida e que pelo jeito vai continuar nas maos de gente que nada faz por ela.