Seguidores

2 de set de 2009

ATE QUANDO?

Nesta semana finda assistimos o ataque – que seria bom fosse o último – da moribunda “demokrazia dos aloprados”. Desde que teve a saúde abalada com o caso do mensalão, provocado pelo ex deputado Roberto Jefferson, a pretensa “demokrazia petista gramscista” caiu em profundo estado comatoso. Como seus guardiões não aceitavam a eutanásia, o estado de saúde política do país se tornou crítico.

Desde 2004 quando a pretensa oposição NÃO QUIS cortar o mal pela raiz, os desmandos, escândalos os mais torpes têm sido uma constante. Em 2006, a reeleição do desgoverno com a cumplicidade implícita da conveniente oposição, as chances de expurgo da camarilha vermelha foi afastada.

Até aqui, na HISTÓRIA do país , não se tinha notícias de total incompetência unânime dos Três Poderes. O Executivo, a começar do presidente, tem como objetivo realizar um sonho paranóico, de SER PODER. O Judiciário, garantido por uma Constituição que até hoje não foi inteiramente promulgada, usa as leis conforme o interesse do momento. Interesses próprios, ou dos outros dois

Poderes, que por acaso são coincidentes. O cúmulo do desrespeito à LEGALIDADE, a MORAL e a ÉTICA ficou muito clara com a inominável absolvição do ex ministro da Fazenda.

O Legislativo, tem usado e abusado do direito(?) de ser anárquico e desmoralizante. Nas duas Casas que compõem esse Poder, o uso e abuso de ilegalidades e escândalos têm sido uma constante. A briga de foice para defender – a indefensável – permanência do presidente do Senado, foi uma demonstração

clara e explícita da intenção de seus componentes.

A intromissão do desgoverno no cotidiano do povo, só tem paralelo nos livros Vermelho de Mao Tse Tung e Verde de Komehini. Se houvesse o menor resquício de boas intenções na melhoria no dia a dia do brasileiro comum, até seria louvável o “empenho” em “regulamentar” os “direitos” e “deveres” desse “exército de papel”, que nas eleições – bovinamente – garante a permanência dos cargos políticos.

Triste sina de um país que já foi tido e havido como o PAÍS DO FUTURO, ser hoje literalmente tangido na época de eleições, para garantir com seu aval, a permanência dessa “súcia”. O que aconteceu com aquela nação que já teve filhos como um Duque de Caxias, um Marechal Floriano, um General Rondon, um Tiradentes, um Barão do Rio Branco, um Rui Barbosa, um Carlos Lacerda e mais recentemente um Marechal Castelo Branco, e como presidente, um General Médicis que foi aplaudido de pé, no Maracanã ?

Papai do Céu, até quando Você garante o nosso direito de protestar? Espero ainda poder agradecer o fim destes dias sombrios que vivemos com a ameaça de ver nossa bandeira Verde e Amarela, ser trocada por uma com a Estrela Vermelha.

Glacy cassou Domingues – Grupo Guararapes.

Fort. 30/08/2009T

2 comentários:

Laguardia disse...

Há um selo para o Blog Política sem medo no Blog Brasil Liberdade e Democracia

TIAGILLA disse...

Mana, há quanto tempo não visitava seu blog.
Como está lindo e cheio de premiações.
Parabens.Só que os artigos, sempre nos dá aquele nó na garganta.
Mas é bom estarmos sempre alertas e
bem informados.
Beijos.
TIAGILLA.