9 de dez. de 2019

MINISTRO BARROSO INOVA E DECIDE ALGO EM FAVOR DO POVO







BRASÍLIA – O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal ( STF ), decide liberar para julgamento no primeiro semestre de 2020 ou processo que discute se é possível uma candidatura avulsa , ou seja, sem filiação partidária. Atualmente é preciso ser filiado para poder disputar uma seleção. Isso não significa dizer que a questão é definida antes do pleito municipal do ano que vem. Uma agenda de julgamentos é definida pelo presidente da Corte, o ministro Dias Toffoli.

https://www.agoranoticiasbrasil.com.br/barroso-quer-liberar-processo-de-candidatura-sem-filiacao-partidaria-no-1o-semestre-de-2020/

30 de nov. de 2019

REALIZACOES DE BOLSONARO QUE A MIDIA CANHOTA IGNORA



Resultado de imagem para Fotos do Presidente Bolsonaro


O governo do presidente Jair Bolsonaro vem sofrendo diuturnamente com a falta de propagação das medidas econômicas, sociais e políticas.O boicote da imprensa vem acompanhado da potencialização de polêmicas desnecessárias e declarações desencontradas de entes do governo, tudo na intenção de causar crises aos que estão entorno do chefe do Executivo.Veja abaixo alguns dados que provam que o governo Bolsonaro é o mais reformista da história do Brasil:
  • O Brasil criou 841,5 mil empregos formais de janeiro a outubro. O resultado é 6,45% maior que o registrado no mesmo período de 2018, e o representa o melhor índice desde 2014.
  • O alinhamento histórico com as maiores potências do mundo, como EUA, só tende a crescer. A ampliação do leque de opções gerando concorrência e barateamento de produtos, empregabilidade e desenvolvimento. O crescimento do Brasil para brasileiros e para o mundo incomoda o Foro de São Paulo.
  • Aprovou a MP do pente-fino do INSS, que identifica irregularidades no setor, podendo gerar economia de R$10 bilhões ao país;
  • Iniciou a construção de colégios militares, tendo como objetivo um por cada estado até o fim de seu mandato. Ensino de reconhecida excelência diante dos resultados nacionais e internacionais;
  • Junto ao Ministério da Economia, vitória inicial no caso do desenvolvimento de energia, iniciando processo de privatização e barateamento ao consumidor;
  • Iniciou processo de digitalização de documentos do governo, gerando economia de bilhões em poucos anos;
  • Extinguiu centenas de conselhos de administração pública, que no fundo são cabides de emprego e geram travamento da máquina pública, economizando bilhões em gastos desnecessários;
  • Combate ao uso irregular da lei Rouanet, que tinha como fim sua utilização para atividades consideradas eleitoreiras. O foco cultural hoje está no pequeno artista;
  • Expansão de internet para milhões de estudantes, principalmente na região nordeste;
  • Ganha apoio dos EUA e Israel para entrada na OCDE, bloco de cooperação mútua com as maiores economias do mundo. Vai na contramão de governos anteriores que visavam políticas ideológicas, como o Foro de SP, que sempre priorizou o Mercosul;
  • Redigiu a MP que altera a cobrança da taxa sindical, deixando-a de ser obrigatória;
  • Prosseguiu o decreto que aplica critério da Ficha Limpa para nomeação de cargos em comissão;
  • Junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, iniciou o processo de instalação de máquinas que transformam água do mar em em água potável para o Nordeste, ação somente possível após estreitamento de laços com Israel, país que domina tal tecnologia;
  • Via Ministério da Infraestrutura já passou para a iniciativa privada a administração de mais de 23 rodovias, portos, aeroportos e ferrovia em todo Brasil. E muito mais está por vir com a realização de leilões, concessões e privatizações;
  • Expandiu acordos comerciais com a China, União Européia e EUA;
  • Implementou o décimo terceiro salário para o Bolsa-Família;
  • Fez parcerias que beneficiam o Mercosul após reunião do G-20 no Japão, podendo gerar investimento de bilhões em território nacional;
  • Com a aprovação da Nova Previdência, o Brasil passa a combater o déficit fiscal e manda um recado aos investidores: confiem no Brasil, podemos gerar milhões de empregos;
E não foram apenas essas as medidas…
Ainda assim, as manchetes da extrema-imprensa não evidenciam de fato o que está acontecendo em nosso país. Apostam na cortina de fumaça a todo momento para esconder o legado daqueles jogaram a nação num estado de corrupção e ineficiência sem fim.
Porém, não adianta! A Internet está aí!
Jair Bolsonaro já fez pelo Brasil mais do que todos os presidentes anteriores somados.
Em algum momento, de alguma forma, a mídia aparelhada terá que admitir que Bolsonaro vem estabelecendo um grandioso trabalho até aqui.

25 de nov. de 2019

"CANHOTOS", BOLSONARO E VITORIOSO GRACAS A VOCES

Se não houvessem insetos, não haveria o inseticida.

Resultado de imagem para Fotos dos petistas que querem o caos

Eu não podia deixar que 2019 acabasse sem fazer alguns agradecimentos.

•Muito obrigado à Maria do Rosário. O seu chilique vitimista, quando se intrometeu -absolutamente descontrolada- naquela entrevista, fez com que o Brasil conhecesse quem era aquele parlamentar que combateu fortemente sua ideologia nefasta, mas vocês o silenciavam.
•Muito obrigado ao Jean Wyllys. Suas declarações intolerantes, mostrando que se recusaria a qualquer tipo de diálogo, nos mostrou quem são os verdadeiros fascistas. Não podemos nos esquecer, também, da sua luta aguerrida pela ideologia de gênero nas escolas e pela sexualização das nossas crianças.
•Muito obrigado à Dilma Rousseff. Seu governo desastroso, próprio de quem não consegue -sequer- concatenar uma frase, revelou quais são as verdadeiras consequências da esquerda.
•Muito obrigado à Alexandre Fruta por ter demonstrado quantos paus se faz uma canoa mudando de água para esgoto.
•Muito obrigado ao Lula. A exposição da corrupção deslavada, que você comandou, fez com que os brasileiros percebessem o quão idiotas foram, acreditando na sua demagogia de “homem do povo”.
•Muito obrigado ao Fernando Henrique Cardoso, que levantou da sua sepultura política para tentar defender, de forma ridícula, o projeto ideológico criminoso que planejou nos anos 90.
•Muito obrigado ao Haddad, que muito antes das eleições já tinha sido o Ministro do Kit Gay e tentou erotizar nossos filhos dentro das salas de aula.
•Muito obrigado ao Ciro Gomes que esqueceu o Rivotril e nos mostrou um pouco da “Cirocracia”, ao esmurrar um repórter que lhe fez uma pergunta incômoda.
•Muito obrigado ao Senador Paulo Paim, que enviou uma “nota de censura” à um comediante, em papel timbrado do Senado “Federal”, expondo o total repúdio que têm à liberdade de expressão.
•Muito obrigado ao Grupo Globo e Folha de São Paulo. As constantes tentativas, patéticas, de desmerecer o caráter do presidente eleito democratico(Vocês chegaram a publicar que ele chamava uma coleguinha de gorda, aos 6 anos de idade. Pelo amor de Deus) só mostraram para o povo que, em quase 30 anos de vida pública, não tinham NADA para acusa-lo.
  • Muito obrigado ao Geddel Vieira por nos mostrar o preço de um corrupto com malas em especie.
  • Um obrigado mais especial à Miriam Leitão, por ter psicografado um editorial e negado o próprio Roberto Marinho, ao vivo. Aquela cena foi impagável.
•Muito obrigado à Daniela Mercury, Claudia Leitte, Anitta e toda a galerinha do “Ele Não”. Vocês expuseram a farsa da Lei Rouanet, que usa dinheiro DO POVO para comprar o apoio de artistas milionários.
•Muito obrigado ao Duvivier, Felipe Neto, Marcelo D2 e outras aberrações do universo das sub-celebridades, que resolveram se reinventar como cientistas políticos, com toda a credibilidade de quem posta fotos no Instagram abraçado com pés de maconha.
•Muito obrigado aos alunos das Federais. A participação de vocês, com seus seminários, palestras e saraus, nos mostrou a decadência do ensino da “Pátria Educadora”, que transformou as universidades em fábricas de alienados.
Muito obrigado ao Verdevaldo por nos mostrar o submundo da decadência dos opositores da honestidade.
•Muito obrigado aos coletivos sociais. Sem a militância de vocês, jamais teríamos uma clareza tão absoluta sobre a “reengenharia social” que tentavam nos impor.
•Muito obrigado à Fernanda Montenegro, ao José de Abreu, ao Chico Buarque, ao Caetano Veloso. Vocês nos lembraram que nem sempre os cabelos brancos trazem sabedoria, que precisamos de renovação. Afinal, como disse Rui Barbosa, “Os canalhas também envelhecem”.
•Muito obrigado ao Cid Gomes e ao Mano Brown. O discurso de vocês não adiantou de nada, mas nos rendeu boas risadas. Ver a cara de tacho dos petistas, tendo que ouvir algumas verdades, dentro de seus próprios comícios, foi sensacional.
  • Muito obrigado ao Dias Toffoli e Gilmar Mendes por libertar do cárcere milhares de seus companheiros, colegas e apoiadores do submundo da marginalidade.
  • Muito obrigado ao Adelio Bispo pela tentativa de assassinato nos mostrou ate que ponto chega o desespero da esquerda em se manter no poder.
  • Enfim, muito obrigado a cada político/militante esquerdista, que passou as últimas décadas lutando por essa ideologia genocida que, enfim, passou dos limites. Se não tivessem abusado, agido como donos da sociedade, tentado impor o “politicamente correto” à qualquer custo, provavelmente nós não teríamos um presidente de direita.
Bolsonaro é a consequência dos seus desmandos e sandices. É a resposta de um povo abusado, roubado, esgotado.
Então, muito obrigado!

23 de nov. de 2019

VEJAM POR QUE ESSE BANDIDO TEM TANTO ODIO DE QUEM O DERROTOU

Conchavo de Lula com a Noruega e ONG’s ia entregar toda a Amazônia

O Fundo Amazônia foi criado por um ato público – Decreto 6.527/08 – e operado por um Banco público – BNDES. São dois fundamentos que, segundo o pesquisador Claudemiro Soares e a advogada Dênia Magalhães, justificam a ação impetrada na Justiça Federal do Distrito Federal para apurar desvios de uma operação nunca auditada ao longo dos anos.
Na teoria legal, uma vez incorporados ao Erário, os recursos deixam de ser privados. Na prática, a robusta movimentação funcionava internamente no banco estatal como privada, mera conta corrente, tipo deposita aqui e toma lá. O “deposita aqui” tinha apelo direcionado e um principal interessado: a Noruega. O “toma lá”, segundo primeiros levantamentos, tinha destinos pouco republicanos, especialmente políticos.
As doações feitas e outras aguardadas até 2020, totalizariam R$ 20 bilhões. Sem prestação de contas, sem controle do Tribunal de Contas, sem fiscalização dos órgãos federais ou do Congresso Nacional. O Supremo Tribunal Federal até foi convencido por Marina da Silva, então ministra do Meio Ambiente de Lula, que era bom para o país que ONGs não fossem fiscalizadas, por que elas é que deveriam fiscalizar o Governo Federal e controlar o bioma brasileiro. O STF aceitou o argumento. Acredite se quiser.
O negócio funcionava como um cartão de crédito pré-pago a fundo perdido. E até agora, na melhor das hipóteses, deixou um rombo de 5 bilhões de reais.
A Noruega, instalada na gelada Península Escandinava, um reinado com alto índice de desenvolvimento humano, está longe de chegar ao Grupo dos 7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Inglaterra). Ainda assim, talvez pela pouca exposição mundial, foi escolhida por Lula e sua ministra como o principal país a financiar o Fundo Amazônia. Mas a Noruega é primeiro mundo, jamais suas remessas bilionárias seriam a fundo perdido, apenas por motivos filantrópicos. Ou por amor às araras, pirarucus, mognos e índios.
Antes de entender essa parte, onde está o nó da Noruega, é preciso consultar a história, mesmo que de forma superficial. Remonta aos romanos a prática de ocupação territorial e social por meio indireto, ou seja, introduzindo agentes a serviço de nações interessadas no domínio regional. Essa inserção na região-alvo é feita pela velha fórmula de subjugar sem uso da força. Aos poucos, as ONGs credenciadas e financiadas com dinheiro público, escolhem nativos locais como líderes daquela população, promovem sobre eles o domínio intelectual, social, religioso e político. No caso brasileiro, esses agentes, acredita-se que alguns ingenuamente – especialmente tribos indígenas e caciques cooptados – e outros muito conscientemente, dizem que entre eles prefeitos petistas, passaram a atuar na região ao comando das dezenas de ONGs que recebiam os recursos públicos.
O interesse da Noruega, agora para deixar mais clara a costura engenhosa, teve início pela necessidade daquele país de pagar a conta de créditos de carbono com o mundo. Como eles não têm como promover em seu território a redução imposta de emissão de gases, contrapartida exigida, entendeu que o Brasil deveria pagar essa conta. Aí vem a manobra: eles enviam para cá os recursos, certamente com deságio, que são incorporados ao Erário, tornam-se públicos, e apresentam os créditos que os brasileiros produzem com a preservação da Amazônia, como sendo deles, para pagar a conta. Entenderam? É como ser convidado para uma feijoada e, ao final, o anfitrião pedir que você passe no mercado e pague o feijão e os ingredientes que ele ficou devendo. Então ele paga apenas as laranjas do banquete que promoveu.
No próximo capítulo – parte 3 da série exclusiva de Notibras sobre o Fundo Amazônia – dessa novela com enredo sofisticado e exótico, vamos compreender o papel das dezenas de ONGs que infestaram a Amazônia, instalaram gabinetes nas dependências da Esplanada dos Ministérios, promoveram o controle de tribos indígenas, riquezas naturais e políticas em nosso território, com o nosso dinheiro.
É a velha supremacia do Hemisfério Norte sobre o Sul. Mas há quem, no Brasil, tenha entendido supremacia da Região Norte sobre a Sul. Aliás, a história surpreende. É exatamente no Sul do país que o criador de mais esse drama nacional está preso. Haja sentenças…

10 de nov. de 2019

BASTA UM CONGRESSO OMISSO E CORRUPTO E UMA "SUPREMA" CORTE CUMPLICE PARA DESTRUIR UMA NACAO



Enquanto instituicoes como STF e CONGRESSO lutam om todos os meios licitos ou ilicitos para derrubar a Democracia, trazer de novo o caos que o PT deixou, soltando milhares de criminosos perigosissimos como lula, o Presidente JAIR MESSIAS BOLSONARO, continua a sua peregrinacao, sua luta,  na tentativa de levantar o que restou do nosso pais maravilhoso, conseguindo criar mais empregos, mais investimentos estrangeiros, baixar a taxa de crimes violentos, de invasoes de terras e fazendas e ao mesmo tempo, com a ajuda do Exercito tem retomado os projetos de FERROVIAS que se encontravam parados desde o infame FHC e destruidos totalmente por governos da ORCRIM PT, alem de acordos inernacionais importantissimos para alavancar a nossa Economia.
A partir de agora, ja estamos sob um egime de violencias pois o nosso amado Presidente esta de maos atadas por essa GANG de criminosos, cujo objetivo era soltar o maior bandido do mundo, para calar a sua boca sobre a cumplicidade nos roubos, corrupcao e propinas contra a nacao que esse assassino conseguiu fazer.
Sendo assim, esse marginal agora ja pode dizer que "QUEIMARA" O JUIZ MORO E O PROCURADOR DELTAN DALLAGNOL, que nada lhe acontecera ja que ele e o chefe desses corruptos e  essa "suprema" corte o soltara em quaisquer circunstancias.
ZERO para o CONGRESSO que deixou isso acontecer e MIL para o Presidente Bolsonaro que nao desiste, gracas a sua generosidade e sua fe enquebrantavel em Deus e o seu amor a Patria e aos brasileiros.
O que sera feito desse povo tao merecedor de coisas boas, que lhes foram tiradas pela ganancia de um partido que sabemos ser uma ORCRIM? Nao teremos mais a oportunidade como esta para destrui-los porque nao teremos outros Bolsonaros tao honrados e com tanta vontade de restaurar nossa DEMOCRACIA, tao vergonhosamente ESFAQUEADA por uma esquerda tao perversa quando o pior dos demonios!
Nao permitam mais que  Gleise Hoffmann, Lula ou  qualquer desses criminosos continuem o seu terror, viajando a paises em Caos para incentivar mais e mais crimes! Nos, o povo e que deveremos impedi-los de ficar propagando o Comunismo,  bem como nao dar atencao a enquetes que colocam um bandido condenado e sem os direitos politicos como concorrente a proximas eleicoes. ISSO SERA UM VERDADEIRO ACINTE! O presiDente recomenta que nao deem audiencia para um criminoso, que ele sera esquecido.

30 de out. de 2019

AGORA E POR CONTA DO NOSSO MINISTRO SERGIO MORO

Moro aciona PGR para que apure tentativa de envolver Bolsonaro em caso Marielle

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que abra um inquérito para apurar “todas as circunstâncias” da citação do nome do presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada em 14 de março do ano passado, afirma a EBC
Por meio de ofício encaminhado a Aras nesta quarta-feira (30), Moro diz que uma “inconsistência” em torno da citação do nome de Bolsonaro nas investigações pode ensejar eventuais crimes de obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa, tendo o presidente como vítima, motivo pelo qual estaria atraída a competência da Justiça Federal, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF) para atuar no caso, segundo o ministro.
“Para que os fatos sejam devida e inteiramente esclarecidos, por investigação isenta, venho através desta solicitar respeitosamente a V.Ex.ª que requisite a instauração de inquérito para apuração, em conjunto, pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal, perante a Justiça Federal, de todo o ocorrido e de todas as suas circunstâncias”, escreveu Moro.
Ontem (30) à noite, o Jornal Nacional, da TV Globo, noticiou que registros do condomínio Vivendas da Barra, e também o depoimento de um dos porteiros à Polícia Civil, deram conta de que um dos suspeitos do assassinato, o ex-policial militar Élcio Queiroz, esteve, horas antes do crime, na casa do sargento aposentado da Polícia Militar Ronnie Lessa, suspeito de ser o executor da ação, que mora no local.
Segundo o Jornal Nacional, em depoimento, o porteiro informou que Élcio Queiroz anunciou que iria não à casa de Lessa, mas à de número 58 do Vivendas da Barra, que é a residência de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro. Ainda segundo o programa da Globo, em seu depoimento, o porteiro afirmou ter interfonado para a casa do então deputado federal e que “seu Jair” havia autorizado a entrada do visitante.
Contudo, registros de presença da Câmara dos Deputados demonstram que naquele dia o então deputado estava em Brasília, conforme também noticiado pelo Jornal Nacional. Tal “inconsistência” é que precisa ser apurada, afirma o ministro Sergio Moro no ofício encaminhado a Aras.
“A inconsistência sugere possível equívoco na investigação conduzida no Rio de Janeiro ou eventual tentativa de envolvimento indevido do nome do Presidente da República no crime em questão, o que pode configurar crimes de obstrução à Justiça, falso testemunho ou denunciação caluniosa, neste último caso tendo por vítima o Presidente da República, o que determina a competência da Justiça Federal e, por conseguinte, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal”, afirmou Moro.

27 de out. de 2019

MORRE O CHEFAO DO ISIS - VIVA!!!

APOIADO COM LOUVOR ESSE ATO DE EXTREMA BRAVURA DOS BRAVOS SOLDADOS NORTE AMERICANOS. PARABENS PELO SUCESSO DA EMPREITADA! Parabens por essa tomada de posicao Mr. Donald Trump!!!.