Seguidores

13 de jan de 2017

TARSO GENRO APROVOU ESSA VERGONHA QUE NOS PAGAMOS

PT deu mais de meio milhão de reais a terrorista treinado em Cuba que criou CV e PCC


alc3adpio
Alípio de Freitas, conhecido como Padre Alípio, hoje vive em Portugal.

Alípio Cristiano de Freitas é o terrorista comunista treinado em Cuba que recebeu mais de meio milhão de reais de indenização na era PT, por portaria assinada pelo à época Ministro da Justiça, Tarso Genro, e que durante o tempo em que esteve preso no regime militar criou as organizações criminosas que hoje aterrorizam o Brasil, o CV e o PCC. Segundo o próprio Alípio, ele treinou presos comuns no presídio de Ilha das Flores, no Rio de Janeiro, em organização e militância políticas.
Há que se fazer uma observação sobre Alípio de Freitas. Ele é conhecido por “Padre Alípio” na literatura da esquerda do período do regime militar, ocorre que na verdade ele foi afastado das suas funções na Igreja antes mesmo de ser ordenado por envolvimento com grupos comunistas. As dioceses das regiões onde ele militava eram obrigadas a publicar com frequência nos jornais locais sobre a presença do falso padre alertando os seus fieis. Muitos acabaram caindo na conversa do sujeito que se escondia atrás da falsa batina para subverter as mentes dos homens de boa-fé.
Sobre Alípio, também, pesa a acusação de ter sido o autor do atentado à bomba no Aeroporto de Guararapes, no Recife, em 1966. Esse atentado tirou a vida e deixou ferido gravemente vários inocentes.

Vamos agora à íntegra da Portaria do MJ 107, de 15 de janeiro de 2009, publicada no pág. 40. Seção 1. do DOU de 15/01/2009, e que concedeu uma pensão vitalícia e a bolada de R$ 650 mil para o terrorista que pariu o PCC.
O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, com fulcro no artigo 10 da Lei nº 10.559, de 13 de novembro de 2002, publicada no Diário Oficial de 14 de novembro de 2002 e considerando o resultado do julgamento proferido pela Comissão de Anistia – Caravana da CNBB, na 149ª Sessão realizada no dia 26 de setembro de 2008, no Requerimento de Anistia nº 2002.01.07159, resolve:
N 107 – Declarar ALIPIO CRISTIANO DE FREITAS portador do CPF nº 628.433.707-87, anistiado político, concedendo-lhe reparação econômica, de caráter indenizatório, em prestação mensal, permanente e continuada, no valor de R$ 4.333,00 (quatro mil, trezentos e trinta e três reais), com efeitos retroativos da data do julgamento em 26.09.2008 a 04.03.1997, perfazendo um total retroativo de R$ 651.322,12 (seiscentos e cinqüenta e um mil, trezentos e vinte e dois reais e doze centavos), a contagem do tempo, para todos os efeitos, ao que refere-se ao impedimento da condição de cidadão brasileiro, nos termos da legislação competente, e o direito a revogação do ato que retirou sua cidadania, recomendando que seja oficiado aos órgãos competentes para que possa recompor o direito a Cidadania brasileira, nos termos da legislação competente, nos termos do artigo 1º, incisos I, II e III da Lei nº 10.559, de 2002. Tarso Genro.
Continue lendo aqui: 

Um comentário:

"Política sem medo" disse...

Ola Placido Dias e Bo, tudo bem? Obrigada por partilhar desse espaco democratico. Abraco forte aos dois. Fiquem a vontade para comentar, criticar, discordar ou so visitar. Tudo de bom!