Seguidores

15 de jul de 2014

MAIS UMA INFAMIA DE DIL-MA PARA COM OS MILITARES

Jair Bolsonaro sai em defesa de recrutas. Foto: Reprodução/Facebook
Jair Bolsonaro sai em defesa de recrutas. Foto: Reprodução/Facebook
O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) acusou o Governo Federal, nesta segunda-feira (14), de “maltratar” os recrutas das Foças Armadas que participaram da segurança da Copa do Mundo de 2014. Segundo o parlamentar, eles recebem uma remuneração bruta de R$ 588,00 quando o salário mínimo atual é de R$724,00.
Bolsonaro diz ainda que, durante o evento, os recrutas mal tiveram o que comer. “Sem qualquer diária, estes militares recebiam um catanho – pão com milimétrica fatia de mortadela, ovo cozido, mariola e suco”, afirmou. “Nenhuma palavra de agradecimento às FFAA se fez ouvir por parte daquela que fará o diabo para continuar no poder, como ela mesma disse”, concluiu.
Ao todo, 12 mil homens das ”tropas de elite” do exército atuaram na segurança das cidades-sede do evento para casos emergência. As operações começaram antes mesmo da chegada das delegações. Desde o início de 2014, o exército apreendeu 36 toneladas de maconha e 21 toneladas de explosivos nas fronteiras.
FONTE: http://www.diariodopoder.com.br/noticias/bolsonaro-acusa-governo-de-maltratar-recrutas-na-copa/

Meu comentario: Mais uma canalhice dessa que quer de qualquer maneira se reeleger. Ela disse mesmo que fara o Diabo para isso. So nao esconde que odeia qualquer tipo de militar Ela se orgulha tanto em dar bolsas -familia com o dinheiro dos nossos impostos e  nem paga direito os recrutas do Exercito, dando-lhes menos do que um salario minimo e nem lanche decente pagou aos pobres rapazes. QUE VERGONHA DIL-MA.

Um comentário:

Neide Fernandes disse...

ABSURDO !! DESMERECEM QUEM MERECIA SER VALORIZADO E RESPEITADO !!