20 de mar de 2014

CARTA DOS PARTICIPANTES DA MARCHA P/AS FFAA


CARTA DA MARCHA DA FAMíLIA

Ao
Comandante Geral do 2º Exército


 Nós, representantes de parte do povo brasileiro, reunidos em Praça Publica para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, exigimos, sob a proteção de Deus, e sob a proteção do Art. 1º em seu Parágrafo Único e no Art. 142º da Constituição Brasileira, imediata Intervenção Militar à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.
O povo brasileiro não quer mais conviver com todo esse distúrbio da ordem publica e insegurança jurídica e criminal, promovido, financiado e organizado pelo partido político e seus correligionários, que estão atualmente atuantes no poder central.

Milhões de brasileiros se manifestam diariamente, há vários anos, contra as mazelas diárias que este desgoverno do PT, pratica em nosso Pais.

O povo brasileiro não mais quer depender do Poder Judiciário, este demorado, para defender o Brasil da futura, breve e eminente instalação do “Comunismo" no Brasil.

Está mais do que nítido e claro, não só através do que determina o “Foro de São Paulo”; todas as diversas atitudes e acoes desse atual Governo, cujas intenções a cada dia que passa, são de minar moralmente e fisicamente qualquer tipo de reação à seus objetivos comunistas..

A Sociedade e a Família brasileira, estão a cada dia que passa, sendo mais e mais desconstruídas e destruídas.

O povo brasileiro que outrora em 1964, recorreu às Forças Armadas, para livrar-nos deste mal, recorre novamente agora, às Forças Armadas- Exército, Marinha e Aeronáutica, para que defendam nosso território e principalmente o “estado de direito e liberdade” do povo e da família brasileira.

Finalizamos esta, exigindo imediata INTERVENÇÃO E DESTITUIÇÃO DO ATUAL GOVERNO, punição à todos que promoveram e incentivaram a insegurança publica, à todos que financiaram as mazelas e a desconstrução da Família, do País e de seu Povo, e, convocação imediata de novas eleições em 180 dias.

São Paulo, 22 de Março de 2014,

Assinado : A População presente nesta “Marcha da Família”.....

Rubem Didini: aqui https://www.facebook.com/events/1425619641011398/1433979256842103/?notif_t=event_mall_reply
 

Nenhum comentário: