Seguidores

23 de set de 2013

VEJA AQUI TODOS OS COMENTARIOS SOBRE OS ESCRAVOS CUBANOS

Isso não é um argumento libertário.
Isso é um argumento esquerdista, com fraude, como sempre.

Pois os médicos cubanos não estão vindo livremente, e nem estão sendo contratados por pessoas comuns, já que estão sendo contratados pelo governo, que é, na visão libertária, a gangue mais poderosa de um país.
Ou seja, é apenas um bando de criminosos, alugando escravos para outro bando de criminosos.

Na visão libertária todos os médicos do mundo podem vir pro Brasil à vontade para oferecerem seus serviços pelo preços que quiserem, não importa o quão baixo sejam esses preços. Desde que eles venham livremente e sejam contratados por pessoas livres, e não por criminosos que vão pagar eles com dinheiro roubado.
Na visão libertária o governo NUNCA irá oferecer saúde de qualidade, nem qualquer outro serviço.

Já os esquerdistas é que ficam falando que existe “concorrência”, entre médicos livres e médicos escravos. Como se os médicos livres quisessem concorrer para serem escravos também.
Esquerdista fingem que não ouvem os argumentos sobre o regime escravo dos médicos Cubanos, e ficam acusando os médicos de serem contra os Cubanos, quando na verdade eles são contra o regime escravo e contra a não aplicação do revalida.


Leia mais aqui: http://lucianoayan.com/2013/09/18/como-usar-o-discurso-psicopatico-de-alexandre-padilha-enquanto-defende-a-escravidao-de-medicos-cubanos-como-exemplo-do-jogo-politico-petista/?replytocom=21110#respond
Meu comentario: 
De que adianta criticar Padilha nessa altura dos acontecimentos? Porque ninguem fez criticas ao verdadeiro responsavel por tudo isso que esta acontecendo ja que tudo comecou em 2003 com a desativacao dos cursos de medicina para que essa corja de bandidos tivessem motivos para trazer os escravos cubanos? Nao vi ninguem se posicionar contra Lula quando assinou essa infamia. Entao agora nao sei porque reclamar pela vinda desses militantes (escravos) para o pais. Ja esta feita a m*&%@. Adianta reclamar agora? Nao sei!

Um comentário:

Cesar Piscis disse...

Olá.
Vi algo de grave no comentário do Sr. André.
Se a pessoa vem por livre vontade, nesse caso não importará que ganha salário aviltante. Essa é a opinião de André.
No Brasil, metade da população trabalha por salário aviltante. Vejamos que, pela ótica de André, eles não sendo escravos: fodam-se. Trabalham por esse salário pq querem.

Eu tenho só uma coisa a dizer, sobre essa polêmica dos médicos estrangeiros: Quem está em uma vila lá no interior da Amazônia, não quer nem saber se o médico que irá atendê-lo é petista, cubano, tucano ou uma tamanduá. Ele quer ser atendido em sua urgência de saúde.

Até mais.