16 de nov de 2012

Lula acredita estar acima de tudo e de todos

São Paulo, 15 de novembro de 2012.
Brasil Dignidade
A mediocridade não deixa saudade.

A 'plateia do circo Brasil' bem conhece a saga política desse elemento tal qual a trajetória parcial da rica vida de um de seus pródigos filhos, apesar de todos terem se transformado em bilionários e em pouquíssimos anos, e isso já no primeiro mandato do apedeuta. O seu filho – o “Ronaldinho do mundo dos negócios”, que tomava conta de animais no Zoo é hoje trilhonário. Devia, ao sentido lógico de sua função tomar conta da galinha dos ovos de ouro e não contou isto pra ninguém, ficando com todo produto objeto dessa questão...
Lula diz que chegou a presidência em razão da sua evidentemente competência e que sua humildade dispõe exemplificar em palanques de periferia. O Brasil era terra arrasada quando chegou ao Poder; mas qualquer pessoa com Q.I. acima da ameba sabe que foi por uma injunção entre a persistência malufiana e o 'mudancismo' do eleitor depravado, e que só pelo 'desejo de mudar nem sabe no quê e em quem vota', e alternadamente o faz em candidatos  como Collor e Maluf, e depois em Lula, além Martha relaxa e goza Suplicy. Agora essa “teoria de votar no novo”; trás o novo ovo da serpente, e chega a vez do impoluto Haddad, e como se tal altercação fosse votar em alguém de valor como quem diga que:- “escrever errado está certo”, e isto enquanto era o Ministro da Educação possa valer algo a ajuizar!
Lula pensa que é respeitado lá fora, porém depois das notícias do julgamento do mensalão, não passa de uma curiosidade, tal qual a de Maluf ainda estar na política no Brasil, mesmo depois de constar da lista de procurados pela Interpol; não há mais novidades, todo ser arguto sabe o que vai ver e ouvir, não tem novidade é sempre a mesma cantilena quando ele abre a boca. A esquerda devaneadora de lá acha lindo um operário do terceiro mundo ter virado presidente; e a daqui, a chamada esquerda festiva nem tem o que achar pois é vagabunda na acepção e fiel sentido da palavra, e ainda faz abaixo assinado para livrar a cara de quadrilheiro condenado. Se Lula é competente ou não, o terceiro mundo que se dane; para os daqui o negócio é fincar beiço nas tetas do governo em especial no Ministério da Cultura. Lula e Dilma recebem e dão essa corda toda a essa gentalha, acreditam sim e seu partido ou facção faz festa com eles.
Lula até acredita que não sofreu impeachment por estar acima de tudo e de todos; embora Collor tenha sido defenestrado por muito, mas muito menos. . Não fosse a tática burra de FHC, de fato Lula não teria nem se candidatado à reeleição se essa pressão pelo impeachment ocorresse; mas o infeliz colaborou “em nome da imaginária governabilidade, para que o bode de Garanhuns permanecesse na sala, ou melhor, no Planalto”. Devemos isso a FHC...História mal contada.
O tempo passou e parece que a história vem sendo retomada pelo STF, apesar do meliante Zé Dirceu e Rui Falcão propalarem aos quatro cantos que o povo deu alguma resposta nas urnas. Qual? A última vez que alguém disse que no “Brasil as coisas são assim mesmo” em se referindo ao mensalão, foi Lula em uma entrevista patética dada a uma estagiária de jornalismo em Paris. Só pela estupides proferida poderia e deveria ter sido cassado. Ali ele chamou a todos brasileiros de marginais, nivelou por baixo como se nós todos fossemos como ele e sua prole; ou como ele e seus comparsas.
30% ou 35% dos brasileiros que segundo as pesquisas CNT (Confederação Nacional dos Transportes ?????) dizem não apoiar os governos petistas dispensam-se desse meio vulgar em que Lula se perpetua; se são só estes não se pode atestar, afinal o que a CNT além de ser presidida por um senador da base governista-um puxa saco, tem a ver com isso? Contudo, há de se dar certa razão a Dirceu e Rui Falcão, afinal quem vota em ladrão é ladrão (!), e mesmo quando a mais alta Corte atestando quem é ladrão ou mesmo qual é a facção criminosa, há quem vote em candidatos apoiados por Lula – o grande líder da quadrilha; Maluf – na lista dos procurados internacionais da Interpol; Dirceu, Genoino, João Paulo Cunha, todos já condenados também. Se ‘Beira Mar’ indicar até a FHC vota, afinal ele não é a favor da liberação da maconha?
Esses eleitores lesa-pátria, idolatrados por Dirceu e pelo PT, aclararam em seus votos: “lugar de bandido é no governo e não na cadeia”. Neste 1/3 da população certamente a moral familiar não condiz com que filhos possam enriquecer do dia para noite e de forma escusa; nem todos têm seus nomes na sarjeta, ou até mesmo na fossa séptica da ética arrastados pela história de ser o 'quadrilheiro mor' a atacar as regras republicanas de uma nação; não serão todos que passarão para história como canalhas a fazer política de botequim e isto no bom sentido até de cara cheia.
Se todos os homens de bem deste país, e que ora se calam diante de tamanho descalabro tivessem consciência do mal e reagir àquilo que Lula e sua repugnante corja e de caterva de fieis seguidores causaram à nação, conseguiriam ter olhos para ver a degradação moral absurda que assistimos, veriam nele o patrono máximo da excrecência moral e da falta de princípios.
Afinal, a certeza é única, todos nos partiremos desta, alguns deixarão exemplos dignificantes; contudo a outros caberia a justa inscrição lápides, e que certamente a história outorgará à maioria dos políticos brasileiros em especial aos seguidores de Lula sejam políticos e/ou seus eleitores: - “Quem viveu na mediocridade não deixou saudade.” 
Oswaldo Colombo Filho
      Economista
Brasil Dignidade

Nenhum comentário: