Seguidores

3 de mar de 2012

Crimes dos terroristas de esquerda devem ser avaliados pela opinião pública:

No programa Espaço Aberto, apresentado pela jornalista Miriam Leitão, o General de Divisão na Reserva Luiz Eduardo da Rocha Paiva praticamente desafiou a chefona-em-comando Dilma Rousseff a comparecer à Comissão da Verdade para falar de sua relação em um dos mais hediondos crimes de terror cometidos por militantes radicais da luta armada, no dia 26 de junho de 1968, no Quartel-General do II Exército, em São Paulo. Dilma era da facção VAR-Palmares que lançou o carro-bomba que matou o soldado Mario Kozel Filho. As ações criminosas de Dilma foram perdoadas pela Lei de Anistia, de 1979, que a petralhada revanchista insiste em revogar.


No programa, o ex-comandante da Escola de Comando do Estado-Maior do Exército e secretário-geral da Força teve a chance de expor algumas duras verdades aos revanchistas hoje no poder. Rocha Paiva cobrou que os crimes cometidos pelos terroristas de esquerda também sejam avaliados pela opinião pública: “A Comissão da Verdade não é imparcial. É maniqueísta. O objetivo é promover o esclarecimento de torturas, mortes, desaparecimentos forçados e ocultação de cadáveres. Por que não promover também o esclarecimento de atentados terroristas e sequestros de pessoas e aviões, e de execução e justiçamento até de companheiros da luta armada?”.

Nao deixem de ler tudo aqui http://palaciodamariajoana.blogspot.com/2012/03/reviravolta-na-chamada-comissao-da.html  e repercutir muito para pressionar porque ate que enfim alguem esta levantando a bandeira da revolta e da verdade. Vamos desmascarar essa "Comissao da Verdade" mentirosa.

2 comentários:

sicário disse...

Teresa...

Parte de comentário meu no Alerta Total e no betocrítica, referente à "contra-nota" dos militares da reserva mas que é pertinente a tua postagem:

Está mais do que na hora do dedo ser apontado na cara dos canalhas, quadrilha travestida de democrata que, com toda a sordidez, toda a falta de caráter e desonestidade do mundo insiste em semear a discórdia. Não há em seus atos um único sinal de boa vontade pois afirmam querer promover a justiça mas usam deste estratagema para enfraquecer seus adversários, para que seu projeto de tomada de poder seja facilitado.
Chega de ser divulgada a mentira ideológica, sem que haja uma resposta à altura. O eleitor brasileiro, honesto em sua grande maioria, deve ser avisado, alertado sistematicamente das mentiras históricas escondidas por trás da palavra democracia, pq. toda vez que assassinos, ladrões de banco, guerrilheiros a pronunciam e invocam cometem um estupro da verdade.
É necessário que tenhamos uma oposição agindo coesa e com coragem o suficiente de apresentar à população honesta e que acreditou no PT e seus satélites, a verdadeira face e intenções da quadrilha e para tanto basta mostrar quem eles são, o que querem e como estão agindo.
Venezulea, Eaquador, Paraguai, Argentina, Bolívia, Cuba, Nicarágua são exemplos atuais do que o PT representa, deseja.

abs.

Sicário

"Política sem medo" disse...

Ah Sicario, queria ver seus comentarios do Alerta ou do Betocritica e nao consegui ver. Sera que ainda nao foi publicado? Qualquer coisa me avise, Ok?