Seguidores

16 de set de 2011

Mensalao nao e nada se comparado ao valor do NIOBIO, vendido sem autorizacao.

Voce falou quase tudo Beto, so faltou falar das tramas para encobrir as negociatas com o NIOBIO, veja: Marcos Valério na CPI dos Correios revelou na TV, para todo o Brasil : O dinheiro do mensalão não é nada, o grosso do dinheiro vem do contrabando do nióbio, e ainda: O Ministro José Dirceu estava negociando com bancos, uma mina de nióbio na Amazônia?, e ninguém teve coragem de investigar...ou, estarão todos ganhando com essa traição ao Brasil.


Somando a esse fato, foi publicado na Folha de S. Paulo em 2002 que Lula ficou hospedado na casa do dono da CMN (produtora de nióbio) em Araxá-MG, e que posteriormente a ONG da empresa ajudou a financiar o Fome Zero.

As maiores jazidas mundiais de nióbio estão em Roraima e Amazonas (São Gabriel da Cachoeira e Raposa - Serra do Sol), será por isso então que nosso governo deseja tanto a demarcação contínua da Reserva, sem a presença do povo brasileiro não índio, para a total liberdade das ONGs internacionais sabidamente separatistas?

Há fortes indícios que a própria FUNAI esteja envolvida no contrabando do nióbio usando os índios, para envio do metal à Guiana Inglêsa e dali aos USA e Europa.
A maior reserva de nióbio do mundo, a do Morro dos Seis Lagos em São Gabriel da Cachoeira (AM), é conhecida desde os anos 80, mas o governo federal nunca a explorou oficialmente, deixando assim o contrabando fluir livremente. Um acordo entre a presidência da república e os países consumidores, oficializando assim o roubo de divisas do Brasil, que vai para contas numeradas em paraísos fiscais.

Fonte: http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?cmm=3418714&tid=5652903481036827039

Comentario meu no http://betocritica.blogspot.com/2011/09/voz-rouca-das-ruas-contra-esses.html

Um comentário:

cidadão preocupado disse...

Se isto for verdade,é um caso para a ONU tomar providencias.Metais estratégicos nas mãos de terroristas e de bandidos pode causar grandes problemas ao mundo.