28 de mai de 2010

Serra critica o cocaleiro Evo Morales e Dilma corre para defende-lo

Dilma e Zé Dirceu unem-se para defender o cocaleiro Evo Morales


Serra chegou só depois da fala de Dilma em Gramado, onde fez palestra para os participantes do 23o Encontro Nacional de Secretários Estaduais da Saúde. Ele desembarcou em Caxias as 14h45m e viajou para Gramado com o deputado Ruy Pauletti. Dilma esteve, hoje, no evento. Ela também concedeu uma coletiva de imprensa, mas centrou a entrevista em "alfinetadas" em Serra, segundo expressão do jornal Zero Hora. Tudo por conta das críticas do tucano ao governo cocaleiro da Bolívia.

. Dilma Roussef, em Gramado, e José Dirceu, em São Paulo, acusaram Serra por criar um incidente diplomático com a Bolívia.

. O governo da Bolívia não comentou a acusação de Serra contra Evo Morales, considerado o Pai da Coca.

. Dilma e Dirceu também já se uniram para defender Lugo, Chavez, Raul, irmão e sucessor dinástico do ditador Fidel castro, e Ahmadinejad. Apesar da crise, ainda não se uniram para defender Kim Jong-II, filho e sucessor dinástico do ditador comunista King II-Sung.
. Em outros tempos, Dilma e Dirceu, “companheiros de armas”, estiveram juntos na defesa de Delúbio Soares, Silvio Land Rover Pereira e os 40 quadrilheiros do Mensalão.

Recebido por email do Jornalista Polibio Braga:  http://www.polibiobraga.com.br/

Comentario meu: Comecaram as baixarias. Que raca mais maldita. Quer dizer que entao Evo Morales nao e cocaleiro? Como, se o seu maior produto interno bruto e a cocaina? Nao entendi esse salto alto desses cretinos. Incidente diplomatico foi aquele provocado por lula em Honduras, esse sim.

Nenhum comentário: