12 de fev de 2010

UNE - Eternos Vagabundos

Caro Pedro, essa UNE nao e nada mais nada menos do que um bando de militantes ditos de esquerda. Nunca entram numa sala de aula. Sao eternos vagabundos que vivem na intencao de se promover para futuros cargos politicos que e para onde vao a maioria dos pilantras que nao querem estudar e muito menos trabalhar. Nao me admira que eles queiram a censura! Eles pensam que quando houver a tomada de poder por comunistas sadicos, eles estarao por cima, no comando. Ledo engano, serao os primeiros a terem suas cabecas rolando por terra! Idiotas uteis! Bando de infames!

Comentario meu no http://pedrodaveiga.blogspot.com/

2 comentários:

Pedro da Veiga disse...

Pois é cara amiga Tereza.
A UNE é isso

Carlos Azambuja | Artigos - Movimento Revolucionário

“A gente viu uns jovens tomando banho na horta das crianças e eles ainda fizeram as necessidades em cima das plantações“, lamentou a diretora do Centro de Ensino Fundamental 01, do Lago Norte, Claudia Regina Justino Fernandes.

Antecedendo o 51º Congresso da UNE, realizado em Brasília, em 15/19 de julho, uma ampla aliança de forças políticas divulgou um manifesto propondo a unidade do movimento estudantil para enfrentar a crise, aprofundar as mudanças e evitar retrocessos nas eleições de 2010.

Sete movimentos, coordenados pela União da Juventude Socialista, organização do Partido Comunista do Brasil (PC do B) para o movimento estudantil, assinaram o manifesto. Ao todo, o conjunto de forças que assinaram o documento corresponde a 70% dos delegados eleitos para o Congresso que, em eleição indireta, elegerá o novo presidente da entidade.


Augusto Chagas, 27 anos, militante do PC do B, foi eleito presidente da UNE. Aluno do curso de Sistemas de Informação da Universidade de São Paulo (Campus Leste), ele presidiu o Diretório Acadêmico da Unesp-Rio Claro e o DCE da UNESP/Fatec. Também foi presidente da União Estadual dos Estudantes de São Paulo por duas gestões. Trata-se de um estudante profissional, como tantos outros cevados pelo PC do B para ocuparem cargos de direção na UNE e em outras entidades estudantis, e depois se transformarem em deputados, ministros, prefeitos e até governadores de Estado.
Cursa o primeiro ano de Sistemas de Informação na Universidade de São Paulo (USP) depois de desistir de dois outros cursos universitários.

Entre 2001 e 2006, estudou Ciência da Computação na Universidade do Estado de São Paulo e iniciou Direito na Faculdades Metropolitanas Unidas, em São Paulo.

Não trabalha. Nunca trabalhou. Vive às custas do pai. O cargo de presidência da UNE lhe garantirá uma mesada de R$ 1.200,00.

Seu discurso se resume a repetir velhos clichês e a defender posições ditadas por seu partido.

Os delegados da UNE deixaram um rastro de falta de educação nas escolas públicas em que se hospedaram, em Brasília. Graduados em baderna, segundo reportagem do Correio Braziliense, deixaram para trás muito lixo, garrafas de bebidas alcoólicas e preservativos usados nos dez centros de ensino utilizados por cerca de 6 mil universitários que ali ficaram hospedados.

“A gente viu uns jovens tomando banho na horta das crianças e eles ainda fizeram as necessidades em cima das plantações“, lamentou a diretora do Centro de Ensino Fundamental 01, do Lago Norte, Claudia Regina Justino Fernandes.

Isso é a UNE.

Partido Alfa disse...

Infelizmente são um bando vagabundos, maconheiros, viados e burros. Não sabem o que os espera no fim do tunel.